Itaguaí, 17/10/2017
Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com
Quisque bibendum erat velmi

Quisque bibendum erat velmi 

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut iaculis, arcu eu tempus varius, arcu dolor molestie arcu, non semper justo ligula eget sem. Aenean orci tortor, iaculis ut tristique…

Nam id ipsum sit amet imperdiet

Nam id ipsum sit amet imperdiet  

Donec ligula purus, porta sed imperdiet id, commodo sit amet nunc. Nunc suscipit mollis nulla. Nunc mollis suscipit viverra. Aliquam fermentum neque non velit interdum ultrices. Sed ac ipsum vel…

Vestibulum non eros eu ornare

Vestibulum non eros eu ornare 

Praesent ac ligula sit amet libero accumsan gravida at quis diam. Nunc ac ante ac lacus scelerisque malesuada at a erat. Nullam tincidunt rhoncus velit vitae molestie. Nullam gravida metus…

Duis imperdiet felis eget sem

Duis imperdiet felis eget sem 

Nunc rutrum placerat vestibulum. Donec feugiat feugiat felis sed posuere. Morbi nunc dui, mollis quis mollis eget, dapibus ut quam. In hac habitasse platea dictumst. Aenean nec justo lacus, quis…

1234

Portal do Vereador Márcio PintoTwitter Vereador Marcio PintoFacebook Vereador Marcio Pinto

CEDAE

 

Nas últimas quatro semanas o vereador Márcio Pinto insiste em criticar o que classifica como descaso da CEDAE com o abastecimento de água em nosso município. O parlamentar ressalta que desde janeiro alguns bairros de Itaguaí vêm sofrendo com a falta d’água e que a CEDAE.

 

O vereador denuncia que a CEDAE está fazendo manobras com água que deveria abastecer o município. Segundo ele, a obra realizada pela CEDAE em parceria com a prefeitura, na cachoeira do Itimirim, durante o governo Sagário, deveria abastecer os bairros de Coroa Grande e Brisamar, mas está sendo desviada para o distrito de Itacuruçá, em Mangaratiba. “Não sou contra que abasteça também Mangaratiba, desde que não falte água para nossa população”, sustentou.


Presidente da comissão formada para tratar do assunto, já encaminhou um ofício ao diretor de Distribuição da CEDAE, que deverá comparecer, na próxima quinta-feira (29), à CÂMARA MUNICIPAL para explicar os fatos.

Itaguaí encontra-se em um grande dilema, que vem deixando diversos bairros do município sem de abastecimento de água. Tempos atrás a desculpa de nossos governantes tinha como alvo o turismo de verão, com olhos voltados a região da Costa Verde. Mostrando uma falta de planejamento e competência de gerenciamento dos responsáveis.

 

Nesses últimos meses a população de Itaguaí observou uma grande diferença da qualidade da água que teve seu fornecimento alterado sem consentimento da população, sendo lesada pelas negociações entre a Companhia Estadual de águas e Esgotos (CEDAE) e as indústrias instaladas nas proximidades. Mesmo bairros como Coroa Grande e Mazomba que possuem um sistema de captação de águas em seus mananciais, tiveram alterados seus abastecimentos sem motivos ou explicações.

Um sistema de distribuição já desatualizado, que segue os traços originais dos tempos do império, com estações elevatórias e reservatórios construídos antes do período da lei áurea, que continuam ativas até os dias de hoje sem um redesenho, sem um estudo das necessidades do aumento

populacional de certas regiões de tempos para cá.

Infelizmente Itaguaí hoje se torna dependente de um sistema paralelo de abastecimento da Companhia Estadual de Águas e Esgotos, pois seus mananciais somente podem fornecer abastecimento para 43% de nosso município, o que não é suficiente para uma emancipação.

Itaguaí hoje encontrasse com mais de 110 mil habitantes, deixando bem claro ser uma região com enorme potencial tanto comercial através de novas empresas e indústrias, quanto turística. A contrapartida mínima que pode ser oferecida a nossa cidade, principalmente pelo fato de termos duas fontes de abastecimento, seria a construção de um reservatório na cidade, projeto esse que está no papel desde 2002, para que possa atender a população com fornecimento de água, em casos de interrupção no sistema de distribuição, com margem de segurança nos períodos de picos turísticos, como o verão.


Em 20 Julho do ano passado (2011) a SubSecretaria de Comunicação Social do Governo do estado do Rio de Janeiro publicou uma nota onde a empresa estadual investiria nos próximos dois anos, R$ 882 milhões para ampliação das redes de distribuição de abastecimento de água e esgoto sanitário nos municípios do Rio de Janeiro, São Gonçalo, Seropédica,
Itaguaí, Queimados e Macaé. Obras da segunda fase do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2). Já chegamos a 1/4 dessa programação sem nenhum vestígio de obras da companhia em nosso município.

Até quando será que teremos que esperar tais ações?


Uma região, que vem sendo contemplada com instalação de diversas empresas/indústrias nas proximidades. Não pode permitir que sua população passe por essas situações.

 

DETRO EM ITAGUAÍ - OPERAÇÃO ILEGAL

 

Vereador Márcio Pinto cobra explicações do DETRO para as operações que o órgão estadual vem desenvolvendo dentro de Itaguaí.

Leia mais...

 

SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE, AGRICULTURA E PESCA UMA SECRETARIA COM VALORES PERFEITOS!

Jaison Barbosa, Marcio Pinto e Prof. Fabiano Bastos

O Vereador Márcio Pinto junto com o Professor Fabiano Bastos do Blog Política de Itaguaí, visitaram a Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Agricultura e Pesca, comandada pelo Secretário Jailson Barbosa e confirmaram com o verdadeiro valor dado aos recursos públicos arrecadados dos contribuintes.

 

Uma Secretaria autossuficiente que agrega valores às demais secretarias. Todos os trabalhos desenvolvidos pela Secretaria e seus benefícios, são voltados para a sociedade como um todo, desde a consciência ecológica com a reutilização dos resíduos sólidos até a produção de gás e energia elétrica pela usina de biogás, com a vantagem ainda do recebimento dos créditos de carbono.

Leia mais...

 
 
Marrom Azul Laranja